Resenha Cabeça Tubarão

Olá, pessoal! Hoje eu vou falar sobre um livro que eu amo muito. Na verdade, ele é o meu livro preferido da vida! ❤

Cabeça Tubarão, de Steven Hall, narra a história de Erick Sanderson, um cara que sofre de uma “doença” rara, que faz com que ele esqueça TUDO da sua vida. Após acordar no chão do seu quarto sem se lembrar de exatamente nada, ele começa a receber cartas dele mesmo, o Erick Sanderson número 1. Atormentado com o fato de não saber quem é, e de, consequentemente, não saber qual o seu lugar no mundo, Erick tenta encontrar uma resposta. Ao procurar freneticamente se baseando nas pistas que Erick Sanderson número 1 deixou, ele descobre que, na verdade, suas lembranças foram devoradas por um tubarão feito de conceitos. Atormento, Erick se empenha em entender a natureza do que aconteceu com ele, adentrando em espaços inimagináveis (ou não-espaços).

Para quem faz Letras, vai ser um prato cheio, porque o livro é cheio de aspectos linguísticos que encantam qualquer um. A linguagem é muito metafórica, e no decorrer da história temos uma espécie de flashbacks que são incríveis.

A editora que publicou Cabeça Tubarão no Brasil foi a Companhia das Letras ( ❤ ). O livro tem pouco menos de 500 páginas (amarelas *-*) e conta com diversas ilustrações bem características.

Eu fiquei impressionada com todas as referências que encontrei em Cabeça Tubarão. É cheio de coisas bem nerds, que acabam dando um ar muito divertido à história.

Neste site, você pode interagir e entrar no clima de Cabeça Tubarão. Parabéns à editora pela ótima e criativa iniciativa.

Uma curiosidade muito interessante é que para cada capítulo do livro existe um negativo, que estão espalhados pelas edições em vários países. Isto é, cada edição conta com um capítulo EXCLUSIVO, e que, supostamente, ajuda a compreender a trama.

Recomendo Cabeça Tubarão para quem gosta de fazer parte da história e o que é muito importante: não se contenta apenas com ela.

Anúncios